Tag Archives: tatuagem

Garotas tatuadas

12 dez

mulher_tatuada

 

Sempre fui fascinado por tatuagens e principalmente por garotas tatuadas. E olha que ainda peguei bastante da época em que a tatuagem era totalmente marginalizada. Coisa de bandido ou de vagabundo, de presidiário ou de roqueiro maluco, de surfista maconheiro. Hoje, tirando as grandes empresas, estamos praticamente livres disso, finalmente.

A minha banda foi tocar no interior do estado, era um evento bacana que mesclava desfiles de moda, exposições fotográficas e shows de rock. Chegamos na sexta-feira, dia do nosso show, e enquanto os equipamentos eram descarregados, fui dar uma volta pelo local. Sempre gostei de fotografias (e de modelos hehehe) e fui dar uma olhada na exposição. Um dos fotógrafos tinha um trabalho diferente, muito parecido com o que é hoje o Suicide Girls, garotas tatuadas em fotos sensuais. Algo totalmente novo pra cultura do nosso estado, e talvez forte demais pra uma cidade do interior. Comecei a conversar com ele justamente sobre isso, e ele me confidenciou que a cada lugar que sua exposição passava ele era visto com desconfiança e muitas vezes acusado de pornografia. E mais, duvidavam que naquelas fotos as modelos fossem brasileiras. Ele falava e eu ia olhando as fotos, e no momento em que mirei o olhar em uma loira linda, com os braços tatuados, olhos verdes que pareciam sair da parede e vir de encontro aos meus, o cara diz: “Por isso algumas das modelos me acompanham quando podem nas exposições”. Animado que estava, passou a mostrar nas fotos quem viria hoje acompanhá-lo, e entre as três modelos que mostrou, estava a loira.

Fui fazer a passagem de som com a foto da garota na cabeça…

 

sexytattoo

 

Fomos para o hotel, depois jantar, depois hotel de novo. Era longe pra caramba do local do evento, e eu não conseguia convencer ninguém a ir mais cedo pra lá. Acabou aparecendo algumas garotas por ali, e meio que deixei de lado a fixação na foto.

Finalmente chegamos no local e antes do show dei uma passada no stand das fotos. A loira estava lá, e acompanhada das outras modelos, dava autógrafos pra um bando de gente. Pedi ao fotografo que me apresentasse as meninas, queria elogiar o trabalho delas, mas enquanto as outras duas me agradeciam e conversavam comigo numa boa, a minha até então musa mal me olhava e quando o fazia, era com ar blasé.

A banda foi anunciada, e modéstia a parte, a galera foi à loucura. Fizemos um showzaço, e é indescritível ver uma multidão cantando as músicas que você fez. No camarim recebemos as pessoas para fotos e autógrafos e, para a minha surpresa, o fotógrafo e as três modelos. O comportamento da loira mudou completamente, mas o meu também. Dei toda a atenção do mundo pras outras duas, e praticamente ignorei ela. Agora era eu que estava em uma posição superior.

Não foi dessa vez que transei pela primeira vez com uma garota tatuada, mas tudo bem. Era ainda o final dos anos 80, e muita coisa estava por vir. O fato é que linda, maravilhosa, tatuada ou não, gente que se acha superior perde o meu interesse rapidamente.

Já nem sei mais o real motivo desse post, e acabei me perdendo no assunto e nas lembranças… Então deixo abaixo umas fotos da minha nova musa, Kat Von D. Ah, como eu queria ser tatuado por ela…

 

katvond

 

168561403_fa81d48898

 

 

katvond55

It’s Only Rock and Roll

27 jun

 

A banda tocava ensurdecedoramente alto, mas ninguém parecia se importar. Ao contrário, todos dançavam e se divertiam sob o comando do vocalista.

Eu me divertia também. Atrás do palco, meio em pé, meio escorado, de vez em quando dava uma olhada no que acontecia lá fora. À minha frente, de joelhos, a garota ora enfiava meu pau quase até a garganta, ora  ficava punhetando-o e lambendo apenas a cabeça.

As luzes do palco trocavam de cor, dando tonalidades diferentes àqueles cabelos vermelhos, à roupa de vinil colada no corpo, à pele branca com várias tatuagens.

Eu nem sabia o seu nome, e acho que nem fiquei sabendo depois. Só lembro bem da sensação: o chão parecia tremer, o público cantando de maneira enlouquecida e eu, de olhos fechados, despejando a minha porra na boca da garota.

Mais uma cidade, mais uma garota.

Bons tempos…

It’s Only Rock and Roll, but I like it!!